NOTA: A quem consulte e aprecie este blogue e possa contribuir com comentários, críticas ou correcções têm a minha consideração.
Aqueles que por seu entendimento, possam ser proprietários de alguns elementos fotográficos, e pretendam a retirada dessa foto, agradeço que me seja comunicada para evitar constrangimentos pessoais.

Obrigado.

25 de abril de 2010

Aqueduto de Bonjóia (sob a VCI) - Porto

R. de Bonjóia - Porto

Casa Particular - Porto

R. do Bonfim, 393/395 - Porto
Descrição do brasão:
               - Escudo: Oval
               - Formato: esquartelado (partido e cortado)
               - Leitura: (em análise)

Cabeça de Leão (apoio de varanda) - Porto

R. António Granja, 101 - Porto

Argolas de suspenção em fachada - Porto

R. Nova de S. Crsipim, 169/179 - Porto

Estas argolas, e em resposta ao comentário anexo, julgo tratar-se de apoios no auxiliar de arranjos das fachadas (manutenção/reparações) dessas casas.
Naquele tempo ainda não havia andaimes para o trabalho de construção civil e eram aplicados estrados horizontais que através de cordas e roldanas erguiam essas plataformas, através da passagem desses cabos pelas respectivas argolas.

Museu Abade Pedrosa - Stº. Tirso

Mosteiro de S. Bento - Stº. Tirso

Quinta Nª. Srª. da Piedade - Alfena

Rua Nª. Srª. da Piedade - Alfena - Valongo

Bom exemplar inserido sobre um portal trabalhado e gracioso. O brasão contempla um escudo de fantasia, esquartelado, com leitura de:
I - Melo;
II - Castro;
III - (desconhecido - aparenta ser uma conjugação de Pacheco com ?)
IV - Figueiredo ou Loureiro
Elmo tarado de perfil à direita e timbre de uma águia estendida, dos Melos.

17 de abril de 2010

Campaínha de casa particular - Porto

Rua Raimundo Macedo, 16 - Porto

Casa Particular - S. Mamede de Infesta

Largo da Cruz - S. Mamede de Infesta

Imagem - Casa Particular - S. Mamede de Infesta

Rua do Centro, 85/87 - S. Mamede de Infesta - Matosinhos

Batente de casa particular - Porto

Rua Faria Guimarães, 535 - Porto

Batente de casa particular - Porto

Rua D. Hugo, nº13 - Porto

Batente de casa particular - Matosinhos

Rua Dr. José Ventura, 93 - Matosinhos

8 de abril de 2010

Nicho - Sobrado

Rua Nª. Srª. das Necessidades - Sobrado - Valongo

Núcleo rural muito bem conservado, com casas de lavoura de grande dimensão e com elementos decorativos muito interessantes, como nichos e alminhas de grande variedade, dos sécs. XVIII e XIX. A Capela de N.ª Sr.ª das Necessidades, situada na mesma rua, está datada de 1868 e faz festa à sua padroeira no 1.º domingo de Setembro.

Nicho - Sobrado

Rua Nª. Srª. das Necessidades - Sobrado - Valongo

Núcleo rural muito bem conservado, com casas de lavoura de grande dimensão e com elementos decorativos muito interessantes, como nichos e alminhas de grande variedade, dos sécs. XVIII e XIX. A Capela de N.ª Sr.ª das Necessidades, situada na mesma rua, está datada de 1868 e faz festa à sua padroeira no 1.º domingo de Setembro.

Nicho - Sobrado

Rua Nª. Srª. das Necessidades - Sobrado - Valongo

Núcleo rural muito bem conservado, com casas de lavoura de grande dimensão e com elementos decorativos muito interessantes, como nichos e alminhas de grande variedade, dos sécs. XVIII e XIX. A Capela de N.ª Sr.ª das Necessidades, situada na mesma rua, está datada de 1868 e faz festa à sua padroeira no 1.º domingo de Setembro.

Casa Particular - Sobrado

Rua Nª. Srª. das Necessidades, sn - Sobrado - Valongo

Aldraba em casa particular - Sobrado

Rua Vimara Peres, 72 - Sobrado - Valongo

Ponte do Açude - Sobrado

Rua Ponte do Açude - Sobrado - Valongo
Ponte granítica de tabuleiro plano assente em três arcos de volta perfeita, iguais. A base dos arcos assenta num parapeito nos pegões. O seu pavimento encontra-se lajeado e a montante tem guardas em cantaria. Estrutura autoportante. O espaço do tabuleiro a jusante foi acrescido de um caleiro de água. Para isso foi necessário o alargamento dos arcos.

4 de abril de 2010

Quinta da Revolta - Campanhã - Porto

Freixo - Campanhã - Porto
A Quinta da Revolta é uma quinta localizada em Campanhã, na zona do Freixo, na cidade do Porto.
Foi construída entre os séculos XVII e XVIII e deve o seu curioso nome a uma eventual revolta ocorrida ali por perto naquela época.
A Quinta, como muitas outras na zona, era a casa de veraneio de uma das grandes famílias do Porto, os Viscondes de Balsemão, donos de um magnífico palácio no centro da cidade. Em 1851, os viscondes aforaram a propriedade ao irmão, José Alvo Pinto de Sousa Coutinho de Balsemão, para mais tarde a venderem ao capitalista portuense José Duarte de Oliveira.
Por sua vez, em 1918, foi comprada por Alfredo Moreira da Silva, horticultor, em cuja família permanece ainda hoje.
A casa da quinta é de dois pisos, planta em "L", envolvida por jardins de buxo e com a capela pegada à casa.
O acesso ao pátio da quinta é feito por um portão encimado pela pedra de armas dos Viscondes de Balsemão (Alvo, Brandão e Azevedo, com coroa de visconde).
Na capela, consagrada a Nossa Senhora da Conceição, destacam-se os elementos azulejares do interior. Hoje funciona na propriedade o Horto do Freixo, que mantém a tradição e a memória do ilustre horticultor que comprou a propriedade. É dos melhores hortos da cidade, um nome a ter em conta para quem se interesse por jardinagem.
Descrição do brasão:
               - Escudo: sem definição
               - Formato: Partido, sendo o 1º cortado
               - Leitura: I - Alvo e Brandão (cortado) e II - Azevedo

Quinta da Revolta - Campanhã

Freixo - Campanhã - Porto

A Quinta da Revolta é uma quinta localizada em Campanhã, na zona do Freixo, na cidade do Porto.
Foi construída entre os séculos XVII e XVIII e deve o seu curioso nome a uma eventual revolta ocorrida ali por perto naquela época.
A Quinta, como muitas outras na zona, era a casa de veraneio de uma das grandes famílias do Porto, os Viscondes de Balsemão, donos de um magnífico palácio no centro da cidade. Em 1851, os viscondes aforaram a propriedade ao irmão, José Alvo Pinto de Sousa Coutinho de Balsemão, para mais tarde a venderem ao capitalista portuense José Duarte de Oliveira.
Por sua vez, em 1918, foi comprada por Alfredo Moreira da Silva, horticultor, em cuja família permanece ainda hoje.
A casa da quinta é de dois pisos, planta em "L", envolvida por jardins de buxo e com a capela pegada à casa.
O acesso ao pátio da quinta é feito por um portão encimado pela pedra de armas dos Viscondes de Balsemão (Alvo, Brandão e Azevedo, com coroa de visconde).
Na capela, consagrada a Nossa Senhora da Conceição, destacam-se os elementos azulejares do interior. Hoje funciona na propriedade o Horto do Freixo, que mantém a tradição e a memória do ilustre horticultor que comprou a propriedade. É dos melhores hortos da cidade, um nome a ter em conta para quem se interesse por jardinagem.

Torreão-cisterna (SMAS) - Porto

Rua Barão de Nova Sintra (SMAS) - Porto